>> Acapela (4)
 >> Axé Music (7)
 >> Black Music (17)
 >> Congregacional (20)
 >> Country (10)
 >> Forró, Baião, Xote (24)
 >> Jovem Guarda (5)
 >> Louvor e Adoração (65)
 >> Metal (13)
 >> MPB (47)
 >> Pop (72)
 >> Reggae (16)
 >> Regional (13)
 >> Rock (70)
 >> Sacro (21)
 >> Samba e Pagode (11)
 >> Sertanejo (7)

Os Cantores de Cristo

A banda carioca Os Cantores de Cristo surgiu no início dos anos 70 com uma proposta musical evangelística, voltada para o estilo pop. Sua qualidade musical tanto impressionou quanto provocou polêmicas em torno dos ritmos e instrumentos que tocavam.

 

Contratados pela gravadora carioca Favoritos Evangélicos, essa banda lançou os seguintes LPs:

1. Olhando o infinito (1973)

2. Bonança (1975)

3. Pra você (1979)

4. Manso e suave (1982)

 

Para falar um pouco sobre a banda, o Zezo, guitarrista desde o início, concedeu gentilmente essa entrevista, via e-mail, ao Arquivo Gospel, em 12/03/2008.

 

A banda lançou outros discos além dos 4 LPs lançados pela Favoritos Evangélicos?

Infelizmente não. Somente como vocal à capela, gravamos mais um CD, com o título Aleluia, em l997, produção própria (Vocal Cantores de Cristo).

 

Como surgiu a banda Os Cantores de Cristo?

Tudo começou como um quarteto, à capela, em 1968. Em 1971, o quarteto participou de um congresso nacional da mocidade batista em Goiânia, no qual tirou em primeiro lugar, na categoria quarteto. O conjunto Sonoros tirou em primeiro lugar na categoria instrumental. No ano seguinte resolvemos adicionar ao vocal do quarteto instrumentos como guitarra, bateria, contrabaixo e teclado, nos tornando assim o primeiro conjunto vocal-instrumental do Brasil. Nessa época não se chamava banda e sim conjunto.

           

Qual a formação original da banda?

Guitarra ritmo (Zezo), guitarra solo (Wagner), contrabaixo(Dalcir), bateria(David) e teclado(Maneco), com quatro no vocal (Zezo, David, Wagner e Dalcir).

 

Vocês tiveram influências musicais de quais cantores e bandas da época?

The Fevers, Roupa nova e MPB4.

 

Como era público de vocês que iam às apresentações?

Público exclusivamente jovem, de crentes e não crentes.

 

Os integrantes eram membros da mesma igreja?

No início sim, Igreja Batista em Cascadura (Rio de Janeiro), da qual  praticamente fomos expulsos. Era muita gente contra o estilo do grupo, então fomos acolhidos pela Igreja Batista em Pilares, pelo Pastor Ângelo Gonçalves.

 

Em que ano a banda encerrou oficialmente suas atividades? Poderia informar os motivos?

Creio que em 1997. Houve uma mistura de motivos. Acho que, principalmente, alternativas musicais encontradas por alguns componentes.

 

Em que estados brasileiros a banda se apresentou?

Sim, Goiás, Bahia, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais e, claro, Rio de Janeiro.

 

“Olhando o infinito” e “Bonança” foram 2 discos revolucionários para a época. Como foi a reação do público diante deles?

Acho que a reação foi a mais favorável possível, impulsionado, é claro,  pela massa jovem que se sentia realizada por terem, dentro do meio evangélico, um grupo cuja musicalidade era a expressão de seus ideais de adoração

 

Depois do Bonança, os discos da banda ficaram com mais canções suaves. Isso foi conseqüência de perseguição ou repressão?

Acho que isso foi apenas o começo do amadurecimento musical, nada de repressão, pois ela existiu, mas tínhamos uma proposta de programação voltada para um evangelismo objetivo e dinâmico, trazendo resultados surpreendentes.

Como evangelista do grupo, acho que Deus usou de forma magnífica nosso trabalho.

Confesso que me sinto hoje ainda realizado por fazer parte desse trabalho e ter contribuído de forma concreta para a abertura musical evangélica.

 

Em termos instrumentais quais solos provocavam mais espanto ou críticas: bateria, órgão ou guitarra?

Usávamos recursos de ponta na época, acho que a distorção da guitarra chamava muito a atenção, mas a bateria era a mais visada.

 

Você se lembra de algum caso curioso ou triste de não aceitação da música de vocês?

Tivemos uma vez na Igreja Batista Memorial de Taquara onde só tivemos autorização para nos apresentarmos após colocarmos terno, principalmente por causa da bateria que nunca havia até então entrado naquela igreja.

 

Qual o LP mais aceito ou mais vendido da banda?

Sem dúvida o Bonança.

 

Como vocês chegaram à gravadora Favoritos Evangélicos?

Através do Paulo Rangel, da Igreja Praça Seca, que nos convidou para gravarmos após ter nos assistido em sua igreja.

 

Você tem idéia de quantos discos Os Cantores de Cristo venderam?

Está aí uma boa pergunta, pois todo acordo que fizemos na época não entrava em questão a quantidade vendida. Na realidade a visão da época era totalmente diferente da de hoje. Era proibido até cobrar qualquer tipo de apresentação, seria um escândalo!

Mas sobrevivíamos apenas com o recurso que a gravadora dava comprando os equipamentos que precisávamos, mas sem dinheiro vivo. Apenas tocávamos para Jesus e pronto.

 

Você saberia dizer o paradeiro dos ex-integrantes da banda?

Após o termino do grupo, dois anos depois formamos o quarteto vocal Cantores de Cristo. Em 1999 ele também acabou, pois dois componentes, eu Zezo(fundador) e meu irmão David (fundador), fomos para os USA e ficamos uns cinco anos por lá. Voltamos para o Brasil, eu para Aracaju-SE, o David para o Rio de Janeiro. Dalcir(fundador) está no Rio, também. O Wagner (fundador), meu melhor amigo, está em Manaus. Os componentes que entraram mais no final, como Josué Balbino, está nos USA. Daniel, do Piston,no Rio.  Davizinho do sax (apenas contato no Orkut), Carlinhos do baixo (contato no Orkut).

 

Vocês têm planos de relançar em CD os discos da banda?

Sempre penso nisso. Acho que Deu ainda vai me permitir realizar essa obra. Creio que não estamos longe desse objetivo não.  Penso que se Deus permitir, daqui há uns dois anos estarei tentando recomeçar o trabalho.

 

Os direitos sobre os discos da banda ainda pertencem à gravadora Favoritos Evangélicos?

Sim, mas não vejo dificuldade em reaver o trabalho, pois não existe nenhum contrato que norteie nesse sentido. Penso que quando puder, farei o relançamento de todas as músicas sem problemas.

 

Deixe uma mensagem aos internautas do Arquivo Gospel:

O trabalho dos Cantores de Cristo, para quem conheceu, ajudou e contribuiu para o aparecimento de muitos outros grupos que hoje se apresentam nas igrejas, sem saberem que um dia alguns pioneiros quebraram barreiras e abriram portas para que hoje tivéssemos uma liberalidade quase que completa em relação ao aceite de bandas por parte de todas as igrejas.

Muitos foram salvos por intermédio desse trabalho, muitos mesmo!

Que Deus nos abençoe e nos conceda outra chance de serví-lo!

O grupo não acabou, está no momento parado sem atividade, mas em breve voltaremos, com a graça de Deus.

We will back

 

Contatos:

e-mail: zezosat@hotmail.com

Fone:  0**79 3042-4120

 Desenvolvido por:
 Daniel Filho
© Arquivo Gospel 2014 - Todos os direitos reservados
E-mail:
contato@arquivogospel.com.br
Diretor - Salvador de Sousa